semeie a ideia!

Se você compreende a importância da Agricultura Sintrópica para um planeta mais próspero e abundante, porém não é praticante de agricultura, saiba que a sua ajuda ainda é muito bem-vinda. Você também pode comprar um exemplar do livro para que seja doado a uma entidade parceira do Cepeas – Centro de Pesquisa em Agricultura Sintrópica e, assim, garantir que mais agricultores tenham acesso a esse conhecimento revolucionário. Semeie a ideia! Compre e doe um exemplar agora mesmo!

Agricultura Sintrópica segundo Ernst Götsch

O livro destaca as técnicas desenvolvidas por Ernst Götsch, por meio de fotos, gráficos, desenhos, textos, referências bibliográficas e citações. Götsch é conhecido como uma das mais importantes referências em sistemas agroflorestais das Américas. O conhecimento gerado por suas pesquisas deu origem a uma nova forma de agricultura, a qual denominou agricultura sintrópica. Além de projetos na América Latina, ele também coordena iniciativas em Portugal, Itália, Espanha, Alemanha e Suíça — seu trabalho vem influenciando milhares de pessoas ao redor do mundo.

SOBRE Os AUTORes

josé fernando dos santos rebello

Biólogo e engenheiro agrônomo, conheceu Ernst Götsch em 1995, quando era estudante de Agronomia. Naquele momento, Ernst havia sido convidado para realizar uma palestra em sua Universidade. Desde então vem acompanhando-o, buscando compreender a agricultura sintrópica em sua teoria e prática. Em 2002, começou a trabalhar no Ibama, na região de Altamira, Pará, em plena selva amazônica, lugar ideal para se plantar florestas. Em 2005, mudou-se para o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, localizado em Alto Paraíso, Goiás, onde Ernst vinha ministrando cursos regulares na Oca Brasil, uma ONG local. Em 2017, fundou, junto com Daniela Sakamoto, o Centro de Pesquisa em Agricultura Sintrópica (Cepeas), o qual tem por objetivos apoiar Ernst Götsch no desenvolvimento de modelos para agricultura sintrópica mecanizada e criar uma pedagogia acessível a todos os agricultores do planeta.

daniela ghiringhello sakamoto

Engenheira agrônoma e pedagoga com especialização em pedagogia Waldorf. Atuou por vários anos como professora no Ensino Fundamental, participando da fundação da Escola Vila Verde, a qual trabalha com pedagogia de projetos e foi premiada no Brasil (com títulos como Escola Transformadora pela Fundação Ashoka e como Escola Inovadora pelo MEC) e na Inglaterra, por sua atuação no ensino voltado à questão ambiental. É coordenadora do projeto “Investigando a Nossa Natureza”, que busca reconectar crianças e adolescentes ao mundo natural. Fundou, junto com José Fernando Rebello, o Centro de Pesquisa em Agricultura Sintrópica (Cepeas).