yagé

Selo Editorial dedicado ao estudo e a publicação de livros sobre antropologia, enteógenos, psicodélicos, plantas de poder, medicinsa da floresta, povos originários e arte visionária, o selo contempla obras populares e publicações acadêmicas sobre este universo transcultural

COSTURADO OS RETALHOS

CRÔNICAS DO CÉU DO MAPIÁ

O livro reúne os relatos de uma testemunha viva do desenrolar do início da expansão da Doutrina do Santo Daime fora dos limites da Floresta Amazônica e da chegada do povo do Sul a esta mesma floresta. Momentos únicos que marcaram a história coletiva do povo do Padrinho Sebastião e os momentos singelos que marcaram a trajetória pessoal da autora e de tantos personagens citados nestas crônicas. Os registros começaram a pedido do Padrinho Manoel Corrente, para que a Biná, como é carinhosamente chamada a autora, fosse a escrivã dos trabalhos espirituais. E ela anotou as falas dos padrinhos, as instruções dos guias e tudo mais que compunha os rituais, especialmente dos Trabalhos de Estrela e posteriormente também de Mesa Branca.

ficha técnica

COSTURANDO OS RETALHOS

 

CRÔNICAS DO CÉU DO MAPIÁ

ALBINA LUIZA AUTRAN DE MENDONÇA PINTO

  • 268 Páginas, Papel Pólen Bold Soft, 70 g/m2.
  • Papel Supremo 300g para capa.
  • Formato Fechado: 14 X 21cm.
  • Peso: 400g.

R$50,00

cOMPRar AGORA

ficha técnica

costurando os retalhos

crônicas do céu do mapiá

albina luiza autran de mendonça pinto

Saiba mais
  • 268 Páginas, Papel Pólen Bold Soft, 70 g/m2.
  • Papel Supremo 300g para capa.
  • Formato Fechado: 14 X 21cm.
  • Peso: 400g.

R$50,00

cOMPRar AGORA

SOBRE O AUTOR

VÓ BINá

Albina Luiza Altran de Mendonça Pinto, mais conhecida como Vó Biná, teve contato com o Padrinho Sebastião ainda nos anos 1980. A pedido do Padrinho Manoel Corrente, passou a anotar os trabalhos espirituais, as falas dos padrinhos, as instruções dos guias e tudo mais que compunha os rituais. É uma filha que se entregou inteiramente à Doutrina do Santo Daime, segurou na mão do Mestre e mergulhou de corpo e alma em uma grande aventura. Ela saiu do Rio de Janeiro para se embrenhar na Floresta Amazônica e viver a vida simples do povo caboclo. Aos 86 anos, Vó Biná é uma das companheiras da Madrinha Rita, na Vila Céu do Mapiá.